Email
       
       
         
                     

Cruzes e Credos

Assim caminha a humanidade

Assim caminha a humanidade...
Chora a Mãe, duvida a fé.
E assim caminha a humanidade.
Confusa
entre a lucidez e a insensatez das trevas densas,
entre odores de incensos e o som das matracas,
segue, surda e histérica.
Proféticas visões.
Segue, cega e cética do que já nem entende.
E assim caminha a humanidade.
Partida e perdida na dor da prova do Amor,
sã e salva no afã da prece que justifica tudo que cabe realizar,
ela se abastece, depois enfraquece mas continua a caminhar.
Para no medo, cai no lamento mas avança na esperança do Renascimento.
O ciclo se completa.
Ora Senhora, ora essa...
Ora por nós, delfins caídos,
que todo fim justifique o Inteiro,
que seja Ele, o agora e o sempre.
Amém sana.
Júlio Toledo